IMPRIMIR VOLTAR
Manejo Integrado de Pragas
OCORRÊNCIA E CONTROLE DO "BESOURO-DE-CHIFRE" Strategus surinamensis STERNBERG (COLEOPTERA: SCARABAEIDAE: DYNASTINAE) EM PUPUNHEIRA NO ESTADO DE RONDÔNIA.
Olzeno Trevisan1 ceplac-estex@ouronet.com.br
Wadson Fernandes Dias1 wadsondyas@bol.com.br
 
1.Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira. (CEPLAC), BR 364-Km 325, CEP 78950-000, Ouro Preto DÓeste-RO
O cultivo da pupunheira Bactris gasipaes Kunt no Estado de Rondônia encontra-se em expansão, estimulado pelo uso da planta, para a produção de palmito, visando à exportação. A cultura apresentava poucos problemas fitossanitários, até que recentemente, um besouro vem causando perdas significativas de plantas novas. Com o objetivo de identificar o inseto e propor o seu manejo, avaliou-se a flutuação populacional e os danos em uma área experimental da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira CEPLAC, em Ouro Preto do Oeste. O besouro macho possui três chifres no protórax, por essa característica é conhecido por "besouro-de-chifre". Durante a noite, o inseto sai de uma galeria que constrói junto a planta e penetra na sua base, alimentando-se do palmito em formação, podendo destruir a gema apical da planta. A praga foi identificado por Sinval Silveira Neto como Strategus surinamensis. O ataque inicial foi percebido em 2001 no Assentamento Palmares, no município de Nova União, em seguida, no mesmo ano em Urupá e no ano seguinte ocorreu em Ouro Preto do Oeste, região central do Estado. O inseto apresentou um pico populacional por ano em setembro. Quanto ao controle, o adulto pode ser capturado ao ser forçado a sair da galeria que constrói, na base da planta atacada. Para tanto, deve-se inundar os túneis, onde existem insetos e mantê-los cheia de água por alguns minutos, visando forçar a saída do inseto. Foi registrada perda em torno de 10% das mudas implantadas na área experimental da CEPLAC, e até 60% de perdas em áreas de produtores. Pela literatura que se teve acesso, a espécie não era citada em pupunheira e não há registro da sua ocorrência no Estado. Com isso, registra-se a ocorrência de S. surinamensis em Rondônia em pupunheira.
Instituição de fomento: CNPq
Palavras-chave:  Pragas; Fruteiras; Manejo; Controle; MIP
XX Congresso Brasileiro de Entomologia - Setembro/2004 - Gramado/RS - Brasil